Natal, consumo e a falsa ideia de felicidade

A casa dorme. São três horas da tarde e entramos naquele estágio da soneca vespertina. O silêncio temporariamente impera. Para alguém que não tem filhos, momentos de silêncio podem nem ser valorizados, mas depois que as crias nascem, essas horas são verdadeiros bálsamos. Por incrível que pareça – e isso é realmente incrível! –, encontro Read more about Natal, consumo e a falsa ideia de felicidade[…]